Fiat pagará US$ 800 milhões para encerrar ações de carros a diesel

(Foto: Divulgação)

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos e da Califórnia acusam a montadora de fraudar testes de emissões de poluentes em motores a diesel.

A acusação contra a FCA envolve 104 mil carros nos Estados Unidos dos modelos Jeep Grand Cherokee e Dodge Ram, produzidos entre 2014 e 2016.

A Bosch, fabricante de autopeças que forneceu alguns componentes para os motores, também vai pagar US$ 27,5 milhões para encerrar processos.

A Fiat nega tudo e “mantém a posição de que a companhia não promoveu qualquer esquema deliberado para instalar dispositivos defeituosos para fraudar testes de emissões”.

A montadora ainda está sendo investigada criminalmente pelo órgão regulador dos mercados financeiros dos Estados Unidos e enfrenta acusações da Comissão Europeia.

** Com informações do Auto Esporte