Governo chinês chega na Esalq para investir em centro de inovação de Ciências Agrárias

(Foto: Gerhard Waller/ Esalq/ USP)

No encerramento da 6ª edição do AgTech Day, em Piracicaba (SP), o diretor da Esalq USP, prof. Luiz Gustavo Nussio, anunciou que o governo chinês e universidades se reunirão em 10 dias para um aporte no Centro de Inovação Brasil-China de Ciências Agrárias, que financiará 100 alunos da Esalq na China.

Há alguns dias, o diretor recebeu uma delegação da China para uma missão de conhecimento: “Somos muito reconhecidos no exterior como referência em inovação da agricultura tropical. Temos que manter e ampliar esse reconhecimento”, afirmou o Prof Nussio.

O AgTech Day recebeu cerca de 300 pessoas do ecossistema das startups. “Foi um sucesso o tema desse ano – falar com o produtor rural que comprá essa tecnologia e as soluções das startups”, disse Sérgio Marcus Barbosa, diretor da Esalqtec e idealizador do vale do Piracicaba, que reúne o ecossistema da agricultura 4.0

“Pelo ânimo das empresas e aceleradoras, vai faltar startup para o agronegócio”, brincou José Tomé, da Agtech Garage e promotor do Censo de Agritechs do Brasil.