ONU monta projetos voltados ao desenvolvimento agrícola paraense

O Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida) da Organização das Nações Unidas (ONU) está interessado em financiar um projeto voltado para o desenvolvimento das populações rurais carentes da Amazônia. O Pará é o primeiro Estado a ser sondado para viabilizar essa parceria.

Atualmente no Brasil o Fida financia, por meio do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), um projeto para redução da pobreza no meio rural na região do semiárido em parceria com os estados nordestinos. A ideia do Fundo agora é iniciar o que seria a “fase 2” do projeto, voltando o foco de suas ações para a Amazônia.

“A política do Estado é buscar agregar valor à produção agrícola, por meio de projetos de agroindustrialização que permitam aumentar a renda do meio rural. Em especial o Marajó, em função dos seus baixos indicadores sociais e econômicos. Uma das premissas para o desenvolvimento é a sustentabilidade. A meta para 2020 é alcançar desmatamento líquido zero nas áreas do Estado. Além disso, temos um macrozoneamento, transformado em lei estadual, que estabelece que 70% do território do Estado devem permanecer como área de floresta. Na questão fundiária temos também trabalhado para a regularização, nos 16% do território paraense que são áreas dominiais do Estado, já que o território restante é de domínio federal ou constituem áreas de proteção integral”, explicou Hildegardo Nunes, secretário de Desenvolvimento Agropecuário e da Pescado Pará.