Pecuarista propõe cumprir Código Florestal em vez de zerar o desmatamento

(Foto: Pixabay)

O pecuarista e presidente do Grupo de Trabalho de Pecuária Sustentável (GTPS), Caio Penido, propôs que o agronegócio brasileiro substitua o “slogan” desmatamento zero por “Código Florestal já”, durante evento promovido pelo O Eco e o ISA.

Para Penido, é necessário criar uma agenda comum entre produtores, jornalistas e ambientalistas para cumprir o Código Florestal, que permite que o produtor rural desmate parte da área para produzir, já que zerar o desmatamento é praticamente impossível.

“Acredito que isso [cumprir o Código] é possível. Há um desgaste, um fogo amigo (entre ambientalistas e produtores rurais), num país que tem mais de 60% do território preservado. E essa preservação é um capital imenso”, disse.

O pecuarista acredita que, com essa combinação será possível garantir a produção de mais alimentos, emitir menos gases do efeito estufa e conservar o meio

“Ele compra a terra com metade de floresta para produzir na outra metade; é obrigado a preservar. Na Austrália, por exemplo, o pecuarista não tem reserva legal. É uma concorrência desleal. O pecuarista se sente injustiçado. Ou seja, o que poderia ser um diferencial para a nossa pecuária, que é a preservação do meio ambiente, acaba virando um obstáculo”, pontuou.

** Com informações do Globo Rural