90% da frota do Fórum Econômico Mundial são de carros elétricos e híbridos

(Foto: Divulgação/ Audi)

Pela primeira vez com temas focados em sustentabilidade e meio ambiente, a 50ª edição do Fórum Econômico Mundial adotou 100 carros elétricos e híbridos da Audi para transportar os participantes de 120 países, em Davos.

Cerca de 90% da frota total de veículos foram composta pelo Audi e-tron, o primeiro modelo totalmente elétrico da montadora, nas versões 50 e 55, e pelo modelo híbrido Audi A8 L60.

Todos os veículos são recarregados em contêineres de carregamento móveis equipados com quatro sistemas de bateria, que oferecem capacidade de carga total de, aproximadamente, 700 kW em três terminais de carregamento. Cada um com uma saída de 150 kW e capacidade de armazenamento de cerca de 1,0 Watt-hora (MWh).

A energia usada para recarregar os carros é gerada pela hidrelétrica local. Desta forma, a Audi opera uma frota praticamente com emissão neutra de dióxido de carbono (CO2).

Segundo a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, em 2018, 25% das emissões de gases poluentes no mundo vêm dos automóveis.

O lançamento dos carros elétricos e híbridos e o aprimoramento dos contêineres integram o plano da empresa de tornar a mobilidade mais sustentável.

Na fábrica da Hungria, por exemplo, 99% do volume dos resíduos são reutilizados, foram instaladas tecnologias inovadoras em todas as fábricas que reduzem o consumo de água, evitam a poluição do ar e melhorar a reciclagem, além da instalação de 160 mil m² de painéis solares, o equivalente a 22 campos de futebol.

“Antes de tudo, as empresas precisam esclarecer uma coisa: no futuro, a lucratividade e a proteção do clima não devem – não, não podem – ser mutuamente exclusivas. Mas apenas entender essa conexão não é suficiente. Queremos assumir uma posição clara sobre essa nova maneira de pensar”, afirma Alfons Dintner, chefe da Audi Hungaria.

O Audi e-tron está em pré-venda no Brasil e deve estar disponível no mercado nacional até maio, com um valor próximo a R$ 500 mil.