Carros autônomos da Ford vão durar apenas quatro anos

(Foto: Divulgação)

O chefe de operação da Ford, John Rich, afirmou que a vida útil de um carro autônomo da montadora chegará ao fim. Enquanto veículos convencionais tem um tempo médio de 12 anos, nos Estados Unidos, por exemplo.

Em entrevista ao jornal britânico The Telegraph, Rich disse que “os veículos de hoje passam a maior parte do dia estacionados. Para desenvolver um modelo de negócios rentável e viável para veículos autônomos, é preciso que eles funcionem quase o dia inteiro”.

As frotas autônomas da montadora serão usadas para na prestação de serviços de outras empresas e não serão vendidas para o consumidor final.

A Ford já investiu bilhões de dólares no desenvolvimento desses carros. A startup Argo AI recebeu US$1 bilhão e a Ford Argo recebeu US$2,6 bilhões através da parceria com a Volkswagen.

** Com informações da Época Negócios