Confira as novidades no mercado de carros elétricos

(Foto: Volvo Cars XC90 Recharged)

A Mitsubishi anunciou que encerrará a produção do i-MiEV, primeiro carro elétrico feito em massa do mundo e lançado em julho de 2009. Ao todo, foram vendidas 32 mil unidades.

Com uma autonomia de 160 km, o hatch tem um motor elétrico de 64 cavalos de potência, torque de 18,3 mkgf, velocidade máxima de 130 km/h e baterias de íon de lítio montado sob o assoalho com capacidade de 16 kW/h. O carro não recebeu nenhuma atualização desde 2009.

Para a Mitsubishi, o veículo está ultrapassado em relação aos carros rivais que chegaram ao mercado nos últimos anos. O Nissan Leaf, por exemplo, lançado em 2010 vendeu mais de 500 mil unidades.

Presente em mais de 50 países, iMiEV nunca foi vendido no Brasil e o modelo não terá um sucessor ‒ o que também encerrará a oferta do Citroën C-Zero e do Peugeot iOn, derivados do japonês.

A Volvo Cars recebeu a certificação da Science Based Targets Initiative (SBTI), uma organização sem fins lucrativos que fornece às empresas um caminho para apoiar o Acordo de Paris. A montadora pretende se tornar neutra até 2040 e foi a primeira a se comprometer com a eletrificação total.

Lançado no ano passado, o plano climático da Volvo Cars aborda as emissões de carbono em todas as suas operações e produtos, em direção à sua visão de se tornar neutra para o clima até 2040. A empresa visa reduzir sua pegada de carbono do ciclo de vida por carro em 40% até 2025.

De acordo com o SBTI, o plano está alinhado com os níveis de redução de carbono necessários para limitar o aquecimento global a bem abaixo de 2°C em comparação com os níveis pré-industriais.

O plano inclui ambições: uma redução de 50% nas emissões do escapamento por carro, uma redução de 25% por carro nas emissões operacionais de carbono, incluindo de fabricação e logística, e uma redução de 25% por carro nas emissões de carbono da cadeia de suprimentos.

A marca também irá introduzir uma gama de modelos totalmente elétricos nos próximos anos, começando com o XC40 Recharge, que chega ao Brasil no segundo semestre de 2021.