Ford monta equipe para acelerar a criação de veículos elétricos

(Foto: Divulgação)

“À medida que avançamos para um futuro de carros inteligentes em um mundo inteligente, boa parte dessa estratégia será a eletrificação de nossos produtos. As tendências globais seguem esse caminho, que está alinhado com as metas da nossa empresa”.

Com a transformação da indústria em direção a mobilidade sustentável, o CEO da Ford, Jim Hackett, anunciou a criação de uma equipe para acelerar o desenvolvimento global de veículos elétricos da companhia.

Chamada de Time Edson, a iniciativa integra o novo plano de investimentos da montadora norte-americana, que prevê o corte nos custos pela metade até 2022. Cerca de US$4,5 bilhões serão destinados a produção de veículos elétricos até 2020.

O Time Edson, nomeado em homenagem a Thomas Edson, inventor da lâmpada incandescente e de diversos dispositivos elétricos, será liderado por Ted Cannis e terá como foco a criação de modelos totalmente elétricos, o desenvolvimento de serviços e experiências focadas no cliente, entender as expectativas dos consumidores e reduzir os custos.

Apesar dos híbridos estarem se tornando cada vez mais comuns, para Hackett, os carros totalmente elétricos terão um maior impacto na indústria automobilística mundial.

Segundo o CEO, os custos operacionais mais baixos e atributos convincentes se encaixam no estilo de vida de muitas pessoas, por isso é fundamental aproveitar este momento para expandir o portfólio da marca.

“Bill Ford e eu desafiamos essa equipe a pensar grande e avançar rápido para entregar veículos e experiências com foco no ser humano”, disse Hackett. “Nossa estratégia é aproveitar os atributos dos nossos produtos e o conhecimento que temos de nossos clientes para desenvolver automóveis que os agradem e ajudem a melhorar suas vidas. Isso abrange toda a gama de veículos elétricos – híbridos, híbridos plug-in e os puramente elétricos”, complementou o CEO.

A Ford irá acrescentar 13 modelos eletrificados à sua linha nos próximos cinco anos. O primeiro carro 100% elétrico será apresentado em janeiro, durante o CES, maior feira de tecnologias do mundo nos Estados Unidos.

A montadora antecipou que o modelo será um crossover e deve chegar ao mercado em 2020 para concorrer diretamente com o Model X, da concorrente Tesla.