Montadora desafia China a acelerar implementação de carros elétricos

(Foto: Divulgação BYD)

O presidente da empresa de veículos elétricos BYD, Wang Chuanfu, desafiou o governo chinês a proibir gradualmente a venda de veículos a diesel.

Os novos veículos a serem vendidos no país seriam totalmente elétricos e a ter todos os veículos de passageiros movidos a energia até 2030.

O executivo também propôs o desenvolvimento de um plano a longo prazo, como ter toda a linha de ônibus elétrica até 2020, ter a frota de táxi eletrizada até 2022, e em 2030, os carros particulares serão gradualmente eletrificados.

Um relatório do Centro de Inovação para Energia e Transporte da China considera 2030 uma data prematura, mas que seria possível uma eliminação completa dos veículos movidos a diesel até 2040.

Considerada o maior mercado de automóveis do mundo, a China tem criado políticas públicas para incentivar esses veículos, incluindo uma linha de financiamento. No ano passado, o país vendeu quase a mesma quantidade de carros elétricos que o restante do mundo junto.

** Com informações do China Dialogue