Primeiro carro híbrido flex do mundo é lançado no Brasil

(Foto: Divulgação/ Toyota)

A Toyota lançou, no Palácio dos Bandeirantes (SP), o primeiro carro que pode ser movido a etanol, gasolina ou eletricidade.

O projeto feito com tecnologia brasileira, recebeu um investimento de R$1,6 bilhões e deve gerar 900 empregos diretos.

Apesar de também ser elétrico, o veículo não foi projetado para ser recarregado na tomada, já que o Brasil ainda não tem a estrutura necessária. Então a bateria é recarregada pela propulsão elétrica gerada a partir do uso dos combustíveis.

Estudos preliminares realizados pela montadora apontam que o híbrido flex possui potencial para compensação na emissão de CO2 gerado desde o início do ciclo de uso do etanol extraído da cana-de-açúcar. A Toyota estima que o consumo de combustível deve ser reduzido em mais de 20%.

O investimento em híbridos e elétricos faz parte das metas ambientais da montadora previstas no seu Desafio Ambiental 2050. Até a metade do século, a Toyota espera reduzir em menos de 10% as emissões de CO2 no processo de produção.

O novo Corolla híbrido flex começa a ser vendido em outubro. Em 2020, o carro pode ser exportado para Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile, Peru e Colômbia.

** Com informações da Agência Brasil