Tesla lança Model 3, primeiro veículo elétrico popular

(Foto: Divulgação)

Após um ano e meio de expectativa, a Tesla lançou o Model 3, o primeiro sedan elétrico “popular” da marca projetado para concorrer com os carros de luxo, na madrugada deste sábado (29).

O presidente da empresa Elon Musk entregou as chaves para os 30 primeiros clientes, que acreditaram no projeto. A expectativa é entregar mais 20 mil unidades em dezembro e produzir 10 mil carros por semana, a partir do ano que vem.

Segundo o analista da Apple, Gene Munster, o Model3 terá um impacto tão grande na indústria automobilística, quanto o lançamento do iPhone.“Nos próximos 10 anos, o valor do Model 3, em combinação com sua tecnologia, tem o potencial de mudar o mundo e acelerar a adoção de veículos elétricos e autônomos. Nós acreditamos que eventualmente vamos olhar para o lançamento do Model 3 e compará-lo com o lançamento do iPhone, o que provou ser o catalisador da mudança para a computação móvel”, escreveu Munster.

Para se ter uma ideia, na primeira hora após a liberação dos pedidos online em seu site, a Tesla recebeu 115 mil reservas do automóvel, índice que subiu para 200 mil em 24 horas após o anúncio. A reserva, que pode ser feita por US$1 mil no site da empresa, deve gerar um negócio global de US$ 7,5 bilhões ao longo dos anos, estima a montadora

O Tesla Model 3 deve chegar em breve ao Brasil por meio das importadoras com um preço mais acessível do que nos Estados Unidos, em que é vendido a partir de US$ 35 mil.

Atualmente, está a venda no Brasil o  Model S, um modelo sedan bivolt com autonomia para rodar até 440 km e que pode chegar a 100 km/h em 4,3 segundos. O modelo conta também com a função piloto automático, que ajuda o carro a permanecer na pista, tornando o percurso mais seguro. Além de um sistema que filtra 99,9% das partículas de poluição, alérgenos e bactérias que entram no carro, agindo como uma “arma” para melhorar o ar.

** Com informações do site Notícias Automotivas, BusinessInsider