Uber quer frota totalmente elétrica até 2040

veículo elétrico
(Foto: Pixabay)

O Uber pretende que todas as viagens feitas em seu aplicativo sejam feitas com carros elétricas até 2030 nos Estados Unidos, no Canadá e na Europa. O plano deve ser expandido para o resto do mundo até 2040.

A empresa pretende incentivar os motoristas que tiverem um carro elétrico com um pagamento adicional. Para isso, será adicionada a modalidade “Uber Green”, que cobrará US$ 1 a mais para os clientes que optarem por um carro híbrido ou elétrico, nos Estados Unidos.

A opção estará disponível inicialmente em 15 cidades dos EUA e Canadá e deve chegar a 65 cidades ao redor do mundo até o final de 2020. Os valores para outras regiões ainda não foram divulgados.

Para o Uber, o aumento no custo da viagem é necessário para atingir o objetivo de zero emissões de gases do efeito estufa. Também estão previstos parcerias com montadoras, empresas de aluguel de veículos e outras iniciativas para ajudar a cumprir o objetivo.

Segundo a empresa, nenhum prestador será obrigado a trocar de carro, mesmo depois de 2030 ou 2040. Cerca de US$ 800 milhões serão investidos para “ajudar centenas de milhares de motoristas a fazerem a transição até 2025”.