Respeito ao planeta

(Foto: Pixabay)

A primeira quinzena de julho foi repleta de notícias não muito positivas ao planeta. O pacto do clima continua na pauta com o resultado da reunião do G20 (Alemanha – 7 e 8 de julho) e a teimosia do presidente Trump, que não se comoveu com o apelo dos líderes mundiais para honrar as propostas de diminuição de emissão dos gases de efeito estufa. No hemisfério norte, a Europa passa por uma onda de calor com algumas regiões acima de 42 graus e medidas de alerta para cidadãos e turistas. No hemisfério sul, um imenso iceberg se formou na Antártida, quatro vezes maior que o tamanho da cidade de S.Paulo!

Mas tem um monte de iniciativas bacanas que colocam esperança na conscientização de respeito à vida no planeta. Vamos em frente: denunciar o que está errado e ressaltar os bons exemplos que devem ser replicados.

Afinal, toda mudança deve ser para melhor.

São Paulo tem serviço carro elétrico para compartilhamento

(Foto: Pixabay)

A cidade de S.Paulo já tem serviço de compartilhamento de carros elétricos. Igual o compartilhamento de bicicletas, só que mais sofisticado, os veículos ficam em bolsões e são “alugados” através do aplicativo Urbano LDS Sharing. São 80 carros e 60 pontos de locação/entrega. Os testes piloto estão sendo bem avaliados. Vamos torcer. Quer saber tudo sobre carros elétricos? Baixe grátis o ebook do ONB.

Moda sustentável, atitude de respeito

(Foto: Divulgação/ Inez & Vinoodh)

O mundo da moda deu um “up” ecológico com o anúncio da grife Yves Saint-Laurent sobre o investimento em jovens estilistas com foco na moda verde com treinamento em alta-costura para desenvolver projeto sustentável e inovador à equipe da Saint-Laurent. Enquanto isso a übermodel e ativista dos direitos dos animais, Gisele Bündchen, é capa da Vogue francesa vestindo peças de peles sintéticas, enquanto segura um canguru, um cachorro, um lobo e um coelho. Ela é protagonista de uma campanha da revista contra o uso de pele animal.

Mundo natural

(Foto: NASA/ Maria-Jose VINAS/ AFP)

Um megaiceberg se formou ma Antártica, depois que uma placa se desprendeu do continente. A Nasa e o projeto Midas vão monitorar o movimento do iceberg. No céu, o Google Earth lançou o projeto Eu Amazônia, com histórias e imagens maravilhosas das riquezas e as tristes imagens das mazelas contra a floresta amazônica.