Agricultores orgânicos processam USDA por brecha na legislação

(Foto: Unsplash)

A Coalizão de Fazendas Orgânicas e partes interessadas lideradas pelo Centro de Segurança Alimentar entraram com uma ação contra o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, sigla em inglês) por permitir que as operações hidropônicas sejam certificadas como orgânicas.

A hidroponia é um tipo de agricultura ou jardinagem que utiliza a água (em vez do solo) como meio de crescimento para uma variedade de frutas, vegetais, ervas, entre outros. Crescimento hidropônico pode ser realizado dentro de casa, com a adição de disponíveis comercialmente iluminação, nutrientes, e outros materiais.

De acordo com o grupo, as operações hidropônicas violam os padrões orgânicos por não cultivarem os alimentos em solos cheios de vegetação e pede que a justiça proíba que alimentos hidropônicos sejam vendidos com rótulo orgânico.

Os agricultores defendem que a melhoria da fertilidade do solo e a promoção do equilíbrio ecológico são os alicerces da produção de alimentos orgânicos.

“Solo saudável é a base da agricultura orgânica. Agricultores e consumidores orgânicos acreditam que o rótulo Orgânico significa não apenas cultivar alimentos no solo, mas melhorar a fertilidade desse solo. A brecha do USDA para hidroponia corporativa a ser vendida sob o rótulo Orgânico estraga a própria essência do ‘Orgânico’”, avalia Andrew Kimbrell, diretor executivo do Centro de Segurança Alimentar.

Outro benefício apontado por cientistas e agências governamentais é que a construção de um solo saudável é fundamental no combate aos impactos da mudança climática. Quanto mais os solos forem saudáveis, mais eles podem absorver carbono e evitar a sua emissão na atmosfera, além de reter mais água, reduzindo o escoamento e a erosão