Área de cultivo de alimentos orgânicos cresceu 4,8% na Espanha

(Foto: Unsplash)

A área dedicada à produção orgânica na Espanha chegou a 2.355.000 hectares em 2019, 4,8% a mais em relação ao ano anterior, segundo dados provisórios do Ministério da Agricultura, Pescas e Alimentação do país. Com isso, a área orgânica já responde por 9,3% da Área Agrícola Útil total do país. 

As estatísticas confirmam a tendência de crescimento e a consolidação da produção orgânica espanhola, com um aumento médio anual da área total orgânica de 7,5% nos últimos cinco anos.

A Espanha continua sendo o principal produtor da União Européia em termos de área cultivada e o quarto maior do mundo.

“Estamos no caminho certo para cumprir os objetivos estabelecidos pela União Européia (UE), de acordo com as estratégias “Da fazenda à mesa” e “Biodiversidade” da Comissão Europeia. Eles coincidem com os objetivos nacionais e estratégicos da futura Política Agrícola Comum (PAC), mas sem perder de vista o equilíbrio necessário entre sustentabilidade e lucratividade”, afirmou o ministro da Agricultura, Pesca e Alimentação, Luis Planas.

Na produção de frutas e vegetais, os aumentos mais notáveis ​​na área cultivada são os tubérculos, legumes, árvores frutíferas, bananeiras e frutas cítricas. A área cultivada dedicada aos vinhedos também cresceu 7% e a área dedicada a vegetais e nozes permanece estável.

O número de estabelecimentos com registro biológico aumentou 8,5%, para 9.635. Destes, 8.275 estão relacionados à produção vegetal, sendo os mais numerosos os que trabalham no manuseio e armazenamento de frutas e legumes, bem como no processamento de bebidas.