Carrefour expande linha de orgânicos e capacita produtores

Carrefour expande linha de orgânicos
(Foto: Facebook Carrefour)

O Carrefour Brasil divulgou o Relatório de Sustentabilidade com dados positivos para o setor de orgânicos: foram mais de 1 mil produtos orgânicos em suas lojas em 2019, categoria que registrou um crescimento de mais de 50% nas vendas da rede de supermercados.

De acordo com o documento, também houve um aumento de 6,2% na penetração de produtos orgânicos e frescos na cesta alimentar.

O aumento na oferta de alimentos saudáveis e orgânicos faz parte da iniciativa global Act for Food, que promove a transição alimentar e pretende tornar a alimentação saudável acessível para todos, além de atender a demanda crescente por estes produtos. Pesquisas constataram que 50% dos consumidores gostariam de evitar ingredientes artificiais, hormônios/antibióticos e transgênicos; 44% preferem ter mais opções de produtos orgânicos e 68% estão dispostos a pagar mais por produtos que não contenham ingredientes indesejáveis.

O Carrefour lançou, no ano passado, diversas ações para estimular a adoção da alimentação mais saudável pelos brasileiros: os Espaços Saudáveis, corredores dedicados à venda de alimentos saudáveis e orgânicos em 82 hipermercados com mais de 3 mil itens disponíveis; e o Saudável para Todos, programa que ensina receitas saudáveis, acessíveis e fáceis de fazer, com porções que custam até R$ 10,00.

As receitas são disponibilizadas no portal CyberCook, que registrou 500% de aumento na busca por receitas saudáveis; e a Viver – linha de orgânicos da marca própria, com fórmulas e nutritivas direcionados com diferentes necessidades alimentares.

“Começamos uma profunda revisão nutricional, que cada vez temos que adaptar. Faz parte também do que queremos para a educação, não só do produtor, mas também ajudar os clientes a escolherem o produtor e a fazer a refeição”, disse Noël Prioux, CEO do Carrefour Brasil.

O Atacadão, rede de supermercados pertencente ao grupo Carrefour, está abrindo espaços para orgânicos. Em 2020, o Carrefour, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), passa a apoiar um projeto de capacitação de pequenos produtores convencionais de hortaliças que desejam fazer a conversão para a agricultura orgânica. A iniciativa é direcionada a 100 pequenos produtores localizados no cinturão verde de São Paulo, área de preservação que abrange 39 municípios da Região Metropolitana.

Sustentabilidade

O CEO do Carrefour afirma que os objetivos do Grupo são oferecer o acesso a alimentos saudáveis, ser transparente com o consumidor, ajudar causas sociais, incentivar a educação e mitigar os impactos ambientais para se tornar referência em sustentabilidade.

“Para este ano, queremos ajudar os clientes nas escolhas de produtos,  sabendo a origem de seus produtos e a forma como foram produzidos. É importante a transparência com o consumidor. Queremos fornecer aos consumidores alimentos mais saudáveis, para isso fazemos um forte trabalho de engajamento e escolhemos os produtores com melhor conduta. É um bom caminho para o futuro”, afirmou.

Segundo o vice-presidente de Relações Institucionais do Grupo Carrefour Brasil, Stéphane Engelhard, a companhia investe no rastreamento da origem de seus produtos, especialmente, da carne, para ter certeza que os produtos não tem origem em fazendas que praticam o desmatamento.

O Carrefour ainda tem como meta ter 100% das embalagens próprias reformuladas até 2025, de forma que elas sejam recicláveis, reutilizáveis ou aptas a compostagem. Em 2019, foram substituídas 5 milhões de embalagens.

A empresa tem investido na mitigação das emissões de gases de efeito estufa no transporte de mercadorias, com o uso de combustíveis verdes, caminhões movidos a gás e outras tecnologias para reduzir a emissão de dióxido de carbono (CO2).