Cinco comportamentos dos consumidores de orgânicos na pandemia

frutas e legumes orgânicos no mercado
(Foto: Unsplash)

Nova pesquisa da Organic Trade Association (OTA) revelou que os consumidores valorizam mais do que nunca os benefícios dos alimentos orgânicos para a saúde e para o meio ambiente.

O levantamento feito com 3.188 consumidores “prováveis de orgânicos” constatou cinco mudanças comportamentais durante pandemia de Covid-19.

1) Orgânicos agora são mais importantes do que nunca

Mais de 90% dos entrevistados indicaram que, nas compras atuais de alimentos, os orgânicos são mais importantes, pela conexão com saúde e segurança, ainda mais nos dias de hoje.

2) Produtos orgânicos, laticínios e carnes têm prioridade

Com menos tempo gasto no supermercado, 93% dos consumidores afirmaram que prioriza produtos orgânicos na hora da compra. Para 46%, a escolha de laticínios orgânicos era importante e 39% expressaram preferência pela carne orgânica.

3) Dispostos a experimentar novos produtos

Dentro das compras orgânicas, 82% dos compradores disseram estar abertos a experimentar novos produtos ou marcas. Com a maioria dos restaurantes, eventos esportivos e outros espaços públicos fechados, experimentar um novo produto é uma maneira de adicionar alguma variedade aos dias.

A Organic Trade Association também pediu aos compradores orgânicos que descrevessem sua prioridade para as compras de alimentos no momento e as medidas de segurança.

4) É um momento complicado para comprar mantimentos

Os consumidores fizeram um bom panorama de como é comprar alimentos neste momento. Eles relataram usar máscaras e ter esperança. Além de orgânicos, eles também citaram saúde e segurança, ansiedade e disponibilidade.

5) As mudanças atuais terão um impacto duradouro

Quando perguntados sobre como eles prevêem que seus hábitos de compras evoluam nos próximos 3 a 6 meses, 56% dos compradores indicaram que as mudanças que ocorreram (incluindo comida caseira e maneiras simplificadas de comer) se tornaram hábitos duradouros.

À medida que os compradores continuam priorizando a saúde, o bem-estar e o autocuidado proativo durante a pandemia, é provável que haja um crescimento contínuo de produtos orgânicos – não apenas ao redor do perímetro da loja, mas também dentro de supermercados, suplementos e produtos para animais.