Com Brexit, mercado de orgânicos pode crescer no Reino Unido

(Foto: Unsplash)

A indústria terá que trabalhar em conjunto para alcançar todo o potencial do setor no Reino Unido, afirmaram especialistas durante o Congresso Orgânico do Reino Unido.

“O Reino Unido liderou o movimento global de orgânicos, mas agora estamos bem atrás dos nossos homólogos. Como setor, passamos por um período difícil desde a recessão, mas agora estamos nos movendo para uma direção ascendente, com o mercado doméstico estimado em £ 2,2 bilhões e crescendo”, disse Nic Lampkin, CEO do Organic Research  Centre.

Para a secretária para Alimentos, Meio Ambiente e Assuntos Rurais, Sue Hayman, o Reino Unido terá uma nova lei agrícola, com grandes oportunidades para o setor.

Hayman também ressaltou que os métodos de produção orgânica precisam ser reconhecidos pela Inglaterra.

Para se ter uma ideia, com a valorização dos orgânicos na Dinamarca, mais de 90% dos contratos públicos de alimentos em Copenhague são de orgânicos e o setor já representa 13,3% do mercado nacional e mais de 30% do mercado total de ovos, leite, farinha e banana.

** Com informações do Fresh Plaza