Dinamarca se torna país com maior participação de orgânicos

(Foto: Unsplash)

Os orgânicos representaram 13,3% das vendas totais de alimentos da Dinamarca em 2017 e, com isso, o país se tornou o primeiro a ter mais de 10% de participação orgânica, revela novo levantamento do Instituto de Pesquisa de Agricultura Orgânica (FiBL)apresentada na Biofach Nuremberg.

Segundo o ministro do Meio Ambiente e Alimentos da Dinamarca, Jakob Ellemann-Jensen, a distribuição de produtos orgânicos em supermercados locais e não apenas em lojas especializadas é o principal fator que impulsiona o setor no país.

O levantamento, realizado com 180 países, mostra a Suécia e a Suíça em seguida com 9,1% e 9% das vendas totais, respectivamente.

Nos últimos dez anos, o faturamento global de produtos orgânicos dobrou e atingiu US$97 bilhões no mundo em 2017. Apenas o mercado europeu cresceu 11% e faturou 37 bilhões de euros, se tornando o segundo maior mercado de orgânicos do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos.

As vendas no varejo na Europa foram avaliadas em 37,3 bilhões de euros e a Alemanha continua sendo o maior mercado com vendas no varejo de 10 bilhões de euros. Já a França registrou 18% no crescimento de vendas.

Em relação a área cultivada, a Espanha tem a maior área com quase 15 milhões de hectares de terras agrícolas.

** Com informações da Natural Products Global