Mercedes-Benz inaugura primeira fazenda urbana em São Bernardo do Campo

(Foto: Divulgação Mercedes)

A Mercedes-Benz do Brasil inaugurou a primeira fazenda urbana instalada dentro de uma indústria no mundo, em sua fábrica de veículos comerciais de São Bernardo do Campo, em São Paulo.

Pela primeira vez na América Latina, a aeroponia é implementada dentro de uma fábrica. O sistema foi desenvolvido em parceria o SENAI CIMATEC da Bahia, o Sebrae e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) e a startup mineira BeGreen. 

O sistema de cultivo segue o mesmo princípio da aquaponia, com a diferença de que as raízes das hortaliças ficam suspensas no ar. Nesse método, a água que provém dos peixes chega às plantas após um processo de nebulização, umedecendo as raízes com uma névoa repleta de nutrientes.

O projeto usa o conceito de “farm to table”, ou seja, da fazenda para a mesa com a procedência dentro de casa. A startup é responsável por todo o processo de produção, incluindo a administração da rotina da fazenda.

Com um cultivo totalmente livre de agrotóxicos, a fazenda tem capacidade de produzir 2.680 quilos de hortaliças, o equivalente a 44 mil pés de verduras, ervas e temperos por mês.

(Foto: Divulgação Mercedes)

A lista de cultivos inclui alface baby (verde e roxa), rúcula, espinafre, agrião, chicória, salsinha, hortelã, cebolinha, coentro, manjericão e sálvia. Em uma segunda etapa, serão produzidos legumes, como tomate e berinjela.

A maior parte da colheita será destinada aos restaurantes da fábrica de São Bernardo do Campo, uma parcela será reservada para os colaboradores que quiserem comprar os alimentos e levar para casa e ONGs parceiras.

Segundo a Mercedes-Benz, a produção na estufa é ao lado do restaurante da empresa, o que elimina o desperdício de alimentos durante o transporte e tem zero emissão de CO2.