MST doa toneladas de alimentos orgânicos a comunidades carentes

(Foto: jcomp/ Freepik)

O coordenador de produção do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Milton Fornazieri, anunciou que o movimento tem se organizado para doar arroz, feijão e hortifrúti orgânicos nos estados do Rio Grande do Sul e de São Paulo.

Cerca de 12 toneladas de arroz orgânico foram doadas por cooperativas da reforma agrária, junto com o MST, ao Conselho Nacional de Segurança Alimentar de Porto Alegre (Consea-RS) e o Comitê Gaúcho de Emergência no Combate à Fome, órgão que administra a destinação do alimento.

Outras oito toneladas de arroz serão destinadas para São Paulo. De acordo com Fornazieri, “a Grande Porto Alegre tem produção orgânica de hortifrúti e as cooperativas organizam para doação”.

Em Pernambuco, o movimento doou 1.500 quilos de alimentos, como macaxeira, inhame, milho, feijão e batata doce, orgânicos para famílias de três áreas.

Para Afonso de Souza, dirigente estadual do MST, a ação contribui para fornecer uma alimentação saudável e de qualidade aos que mais necessitam neste momento.

A expectativa é que as famílias do MST acampadas e assentadas na Região Metropolitana do Recife continuem doando com frequência. No momento, são doadas 1000 marmitas por dia.