Tailândia usará blockchain para rastrear arroz orgânico

(Foto: Unsplash)

O Escritório de Política e Estratégia de Comércio da Tailândia (TPSO) anunciou que começará a usar blockchain para monitorar seus produtos agrícolas. O primeiro a ser rastreado é o arroz orgânico, que enfrenta sérios problemas, como confiabilidade e qualidade do produto. 

Até 2018, a Tailândia exportou 16.500 toneladas de arroz orgânico e deve produzir 247 mil toneladas até 2021.

O objetivo é uma tentativa de aumentar a confiança entre os compradores. O novo sistema permitirá rastrear e verificar todo o processo de produção, desde o cultivo, que contará com câmeras instaladas nos campos, até a embalagem final.

As instituições financeiras serão responsáveis por fornecer informações sobre o comprador e o país de exportação.

O projeto será lançado oficialmente no início de 2020.

** Com informações do The Nation Thailand