Universidade norte-americana cria instituto de pesquisa em orgânicos

trator na plantação
(Foto: Xavi Moll/ Unsplash)

A Universidade da Califórnia (UC), nos Estados Unidos, lançou o California Organic Institute, o primeiro instituto de pesquisa e educação sobre agricultura orgânica e recursos naturais.

Com um investimento de US$1 milhão, o instituto vai acelerar o desenvolvimento e a adoção de ferramentas e práticas eficazes para os agricultores orgânicos e os que estão em processo de transição.

A iniciativa pretende aumentar o desempenho da agricultura orgânica, melhorar a administração dos recursos naturais e o bem estar econômico das comunidades rurais e dar estabilidade para as próximas gerações de agricultores.

A vice-presidente de agricultura e recursos naturais da UC, Glenda Humiston, afirma que o orgânico é setor que cresceu mais rápido da economia alimentar, entretanto o financiamento para pesquisas ficou muito para trás e os agricultores interessados em fazer a transição ou melhorar o seu sistema não possuem as orientações necessárias para obter sucesso.

Hoje, a Califórnia é o estado norte-americano com o maior número de fazendas orgânicas. De acordo com o Ministério da Agricultura dos EUA, são quase 3 mil fazendas orgânicas certificadas e representam 21% de todas as propriedades de orgânicos do país.