Vendas de orgânicos dobram no Reino Unido, mas Brexit é ameaça

(Foto: Andrei Lasc/ Unsplash)

As vendas de alimentos orgânicos dobraram a quantidade vendida por convencionais no Reino Unido, revela o levantamento “‘Together we can make a world of difference” da Soil Association Certification.

Segundo o chefe de insight de negócios e varejo da Nielsen, Mike Watkins, apenas as vendas de orgânicos em supermercados aumentaram 3,8% em 2019. O consumidor britânico está tomando decisões de compra centradas no futuro do planeta, o impacto dos produtos no meio ambiente e os benefícios para a saúde.

A pesquisa sugere que as empresas que facilitam escolhas sustentáveis ​​e expressam de forma concisa as reivindicações de sustentabilidade têm maior probabilidade de ter sucesso e impulsionar a demanda por produtos sustentáveis.

Mesmo com o crescimento contínuo do setor, a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), o Brexit, ameaça as exportações do país.  Se os países não chegarem a um acordo, o selo de certificação não será mais aceito na UE e as exportações serão canceladas.

Para Rupert Cox, executivo-chefe da Bath and West Society, a falta de um acordo pode “dizimar a indústria de alimentos orgânicos”.

** Com informações do Natural Products Global e do Fresh Plaza