Brasil pode ser líder em desenvolvimento sustentável, afirmam cientistas

(Foto: Pixabay)

O Brasil precisa corrigir os rumos e adotar políticas mais adequadas para ser líder mundial nos acordos globais para o desenvolvimento sustentável, revela novo estudo da Plataforma Brasileira de Biodiversidade e de Serviços Ecossistêmicos.

“O país tem uma legislação boa para lidar com sistemas naturais, tem capacidade instalada, formação de recursos humanos. Há muitos ganhos, o país tem histórico de liderança nos acordos globais, tanto na diversidade biológica como no clima, no combate à desertificação e nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável”, disse Fabio Scarano, um dos coordenadores do trabalho.

Na economia, a biodiversidade permite a exportação de 350 produtos agrícolas e o Brasil é o terceiro maior exportador de produtos da silvicultura.

Para a professora da Universidade de Brasília, Mercedes Bustamante, para garantir um futuro sustentável é preciso agir para cumprir leis, incorporar a biodiversidade e encontrar soluções que unem a preservação do meio ambiente e componentes socioeconômicos.

** Com informações da Agência Brasil