Brics se comprometem com Acordo de Paris e sustentabilidade

(Foto: Itamaraty)

Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (Brics) assinaram, nesta quinta-feira (14), uma declaração com 73 tópicos sobre o futuro do grupo econômico e da política internacional, após a 11ª Cúpula do grupo.

No documento, os cinco países se comprometem a cumprir as suas metas do Acordo de Paris, a adotar medidas de desenvolvimento sustentável e a implementar a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).

As autoridades pretendem cobrar a verba prometida por países em desenvolvimento para financiar medidas de sustentabilidade no terceiro mundo. 

E ressaltam que vão trabalhar para a Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP 25) ter “um resultado abrangente e equilibrado sobre todos os itens restantes do Programa de Trabalho do Acordo de Paris”. O evento acontecerá entre os dias 02 e 13 de dezembro em Madri, na Espanha.

Na declaração, os países também destacam o seu compromisso com o desenvolvimento do Marco Global sobre Biodiversidade Pós-2020, que pretende preservar a biodiversidade, evitar a negligência dos pilares de uso sustentável da diversidade biológica.

Além de implementar medidas para combater à desertificação, recuperar terras e solos degradados, e proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres até 2030, como previsto pelo 15º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável.

“Expressamos nosso compromisso com o desenvolvimento sustentável em suas três dimensões – econômica, social e ambiental – de maneira equilibrada e integrada. Todos

os nossos cidadãos, em todas as partes de nossos respectivos territórios, incluindo áreas remotas, merecem desfrutar plenamente dos benefícios do desenvolvimento sustentável”, diz o documento. 

A declaração completa da 11ª Cúpula dos Brics está disponível aqui.