Câmara dos Deputados criará grupo para avançar agenda sustentável

(Foto: Najara Araujo/ Câmara dos Deputados)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse a um grupo de líderes empresariais que será criado um grupo de trabalho na Câmara para elencar e fazer projetos legislativos relacionados à agenda da sustentabilidade.

Na reunião, foram discutidas a criação de incentivos fiscais à adoção de boas práticas socioambientais pelas empresas, reforma tributária, regularização fundiária, licenciamento ambiental e questões de economia e circular no Brasil.

“Foi uma conversa bastante objetiva, com foco em projetos legislativos em andamento e que podem contribuir com questões como combate ao desmatamento ilegal, regularização fundiária, rastreabilidade e licenciamento ambiental”, explicou Marina Grossi, presidente do CEBDS (Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável).

Carlo Pereira, presidente do Pacto Global, destacou que o Brasil tem uma agenda positiva para mostrar, já que está “muito à frente em relação aos países em desenvolvimento”.

A reunião teve a participação do deputado e presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Rodrigo Agostinho, e de Zé Silva, autor do PL sobre regularização fundiária, André Nassar (Presidente da Abiove); Carlo Pereira (Presidente do Pacto Global); Domingo Lastra (CEO da ADM); Leila Melo (Diretora-Executiva do Banco Itaú); Marcello Brito, (Presidente da Abag); Otávio Carvalheira (CEO da Alcoa); Patrícia Audi (VP Executiva do Banco Santander); e Paulo Hartung (Presidente do Ibá).

No último dia 10, os executivos se reuniram com o presidente do Conselho Nacional da Amazônia Legal, vice-presidente Hamilton Mourão. Eles discutiram o fortalecimento das ações de combate ao desmatamento na Amazônia e em outros biomas, maior participação e trabalho conjunto em políticas que induzam a uma retomada verde da economia, para um cenário de baixo carbono. Essas reuniões são um desdobramento do Comunicado do Setor Empresarial Brasileiro , que veio a público no dia 7 de julho.