Fundação cria primeira certificação de sustentabilidade para condomínios

A Fundação Vanzolini lança o AQUA-HQE – Condomínio Sustentável, a primeira certificação para programas de gestão de sustentabilidade em condomínios residenciais do Brasil.

A iniciativa pretende gerar espaços de moradia e convivência com mais conforto, saúde e economia; ajudar a diminuir o impacto ambiental a partir da redução no consumo de recursos naturais e emissão de poluentes.

Segundo o coordenador executivo da AQUA-HQE, Manuel Carlos Reis Martins, “a certificação será concedida mediante auditoria independente feita por profissionais capacitados e demonstrará os resultados de boas práticas que resultam em economias nas taxas condominiais”.

Para atender aos requisitos da certificação, o condomínio será avaliado em cinco categorias: água, energia, limpeza e resíduos, manutenção e reformas e bem estar. Cada categoria tem pontuação equivalente de 1 a 3, que são: base, boas práticas e melhores práticas. Todas as categorias devem ser atendidas no mínimo pelo nível base.

Nas categorias são avaliados temas, como redução dos consumos; treinamento e conscientização para o uso racional da água; redução das emissões de poluentes na atmosfera; planejamento das rotinas de limpeza; limitação dos impactos ambientais e sanitários da limpeza; gestão de resíduos no empreendimento, entre outros.

A certificação pode ajudar os moradores a obterem descontos no pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). 

Muitas prefeituras adotaram o IPTU ecológico ou verde, programas que incentivam a implantação de soluções de sustentabilidade nas edificações e oferecem como subsídio descontos nas alíquotas do imposto. Na maioria das cidades existem critérios que qualificam e geram pontos para cada tipo de tecnologia utilizada. Quanto mais sustentável, mais pontos e mais desconto no pagamento do IPTU.

A lista de municípios com IPTU ecológico inclui São Bernardo do Campo (SP), Guarulhos (SP), Poços de Caldas (MG), Salvador (BA), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Goiânia (GO) e Cuiabá (MT).