2015 deve ser o ano mais quente da história

O primeiro semestre de 2015 apresentou a maior temperatura registrada em 136 anos, superando o recorde do mesmo período de 2010. Os climatologistas estimam que este ano possa ser o mais quente da história, desde que o fenômeno El Niño se intensifique.

Apenas o mês de junho ultrapassou os valores para o mês e para o primeiro semestre do ano. De acordo com a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA, sigla em inglês), dos Estados Unidos, a média mundial do mês de junho foi de 16,33 ºC, sendo o quarto mês de 2015 a apresentar temperaturas acima da média em quase todo o mundo.

(Foto: Jaipal Singh / Efe)
(Foto: Jaipal Singh / Efe)

Países como o Paquistão e a Índia sofreram ondas de calor intenso. No Paquistão morreram mais de 1.200 pessoas, durante a oitava onda de calor mais letal no mundo desde a década de 90. Enquanto a Índia passou pela quinta mais letal, com mais de 2000 mortes.

Os recordes de calor mensais foram superados 25 vezes desde 2000, mas desde 1916 não supera um recorde de frio. Em fevereiro deste ano, a Organização Metereológica Mundial (OMM), da ONU, confirmou que 2014 foi o ano mais quente, registrando um aumento de 0,57 grau a média.

Com informações do jornal Folha de S.Paulo