Brasil ainda tem pouco financiamento para economia verde

(Foto: Rawpixel/ Freepik)

Instituições internacionais não conseguem emprestar recursos para projetos de infraestrutura que respeitem o meio ambiente no Brasil, informou o diretor de Estudos, Relações Econômicas e Políticas Internacionais do Ipea, Ivan Oliveira, durante evento em Fortaleza.

Os principais entraves para o acesso do país a financiamentos internacionais são a dificuldade na comprovação da viabilidade de projetos e o engajamento das instituições multilaterais, como bancos internacionais com capitais de diversos países para financiar projetos sustentáveis no país.

Oliveira também defendeu a abertura da economia brasileira para mais bancos operarem no país. Ele afirma que o aumento da concorrência entre as instituições tornaria os projetos mais viáveis.

Mato Grosso

O estado matogrossense se tornou o primeiro do país a ter uma parceria com a Organização das Nações Unidas (ONU) para incentivar a economia verde e colocou em ação a Parceria para a Ação sobre Economia Verde, programa que irá executar políticas em prol do desenvolvimento sustentável.

As medidas possuem vários eixos, como a promoção da agricultura familiar, parcerias com o setor privado, cooperação com a Alemanha na redução do desmatamento, promoção do turismo sustentável, fortalecimento de cadeias produtivas locais, entre outros.

** Com informações da Agência Brasil