Brasil é o 32º país mais feliz do mundo

(Foto: Mateus Campos/ Unsplash)

O Brasil permanece, pelo segundo ano consecutivo, em 32º lugar no ranking dos países mais felizes do mundo em 2020, segundo o World Happiness Report, pesquisa anual sobre a felicidade feita pela realizada pela Rede de Desenvolvimento de Soluções Sustentáveis da Organização das Nações Unidas (ONU).

O estudo avaliou o índice de felicidade em 153 países, com base em seis critérios: PIB per capita, em termos de paridade de poder de compra; expectativa de vida saudável; apoio social; liberdade para fazer escolhas de vida; generosidade; e percepção da corrupção.

Na primeira edição do ranking lançada em 2012, o Brasil ocupou a 25º posição. Nos anos seguintes, o país subiu várias posições até ocupar o 17º lugar, em 2016, a melhor colocação conquistada pelo Brasil. Desde então, a felicidade está caindo, até chegar a 32ª posição em 2019, onde permaneceu este ano.

De acordo com o estudo, os itens que mais contribuíram para a queda do Brasil no ranking nos últimos anos foram os dois últimos fatores de avaliação, a generosidade e a percepção da corrupção.

Os principais desmotivadores da felicidade dos brasileiros são: os casos de corrupção; as instituições políticas constantemente enfraquecidas por escândalos; e à desigualdade social e à violência.

O tema deste ano é “Ambientes para a Felicidade”, que se concentrou em tratar do meio ambiente – social, urbano e natural – para propiciar condições de vida com mais felicidade.

  1. Finlândia
  2. Dinamarca
  3. Suíça
  4. Islândia
  5. Noruega
  6. Países Baixos
  7. Suécia
  8. Nova Zelândia
  9. Áustria
  10. Luxemburgo