Brasil pode proibir venda de carros a diesel

(Foto: Freepik)

Mas vai demorar, é muito. Só a partir de 2060, a venda de veículos com motor a gasolina ou diesel deverá ser proibida no Brasil. Até lá todos os veículos a venda deverão ser elétricos ou movidos  a biocombustível. É o que propõe o projeto de lei aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.

A proposta determina uma redução gradual na venda dos movidos a gasolina. A partir de 2030, pelo menos 10% dos veículos vendidos devem ser movidos por outro tipo de combustível; em 2040, o percentual sobe para 30% e, em 2050, deve chegar até 90%.

O senador Telmário Mota, autor do projeto, explica que a medida quer estimular o uso de veículos elétricos e reduzir o emprego do combustível fóssil, da mesma forma que países como a França, Reino Unido e Noruega já planejam um futuro próximo.

O relator Cristovam Buarque foi favorável ao projeto, mas criticou o prazo estabelecido pelo documento. “Eu teria reduzido o prazo. Ao invés de colocar 2040 teria colocado 2030 e depois então 2040 porque, se não fizermos isso, haverá  uma pressão internacional para que aconteça. A Europa já tem prazos mais curtos do que o nosso”, disse.

O texto segue para análise da Comissão de Meio Ambiente (CMA).

** Com informações da Agência Senado