Campanha “Coração Azul” para mobilizar apoio contra o tráfico de pessoas

Dia 30 de julho, é Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas, um crime que mobiliza 2,5 milhões de seres humanos, sendo 60% das vítimas mulheres e 1/3 de crianças.

A ONU lançou uma nova campanha, representada por um coração azul, para sensibilizar as pessoas para os milhões de vítimas do tráfico de pessoas e mobilizar apoio para combater esta forma moderna de escravatura.

Segundo um comunicado de imprensa emitido pelo UNODC, o coração azul representa “a tristeza das vítimas do tráfico, a desumanidade dos autores deste crime e o empenhamento das Nações Unidas em combatê-lo”.

Coracao-Azul

No quadro da campanha, o UNODC (escritório das Nações unidas contra drogas e crimes) o tráfico de seres humanos como “o pior tipo de violência contra as mulheres, ainda mais repugnante pelo fato das pessoas ganharem dinheiro com a sua prática “.

Embora a pobreza torne as pessoas vulneráveis ao tráfico de pessoas, a discriminação e o sexismo também são fatores importantes. ”

Em muitas cidades brasileiras, monumentos recebem a luz azul. O governo brasileiro disponibiliza a rede de núcleos e postos estaduais e municipais de enfrentamento ao tráfico de pessoas, a rede consular para apoio no exterior, os serviços Disque 100, da Secretaria de Direitos Humanos, o Ligue 180, da Secretaria de Políticas para as Mulheres. Também é possível se comunicar com a Coordenação de enfrentamento ao Tráfico de Pessoas da Secretaria Nacional de Justiça pelo e-mail de informação: traficodepessoas@mj.gov.br ou pelo e-mail de denúncia da Polícia Federal: urtp.ddh@dpf.gov.br