Compartilhamento de carros já é tendência na Europa

Foto da série 'Car Culture' (Foto: Jonathan Castillo)

A Ford analisa e monitora as novas atitudes dos consumidores no mercado mundial e uma das principais tendências é o crescimento do compartilhamento de carros. A economia compartilhada deve gerar mais de R$ 52 bilhões em receitas globais, e a projeção é que até 2025 possa chegar a R$ 1,17 trilhão, com o compartilhamento de carros crescendo 23%.

Uma pesquisa da Ford Europa revela que 31,6% considera dividir seus veículos com terceiros como forma de obter uma renda extra no mês. O índice aponta uma mudança de comportamento já vista em outros setores relacionados a bens e serviços, como o aluguel de residências por curtos períodos, apesar de 45,3% dos pesquisados ainda não estarem preparados para compartilhar o próprio carro.

As mulheres (50,9%), em especial, são mais resistentes à ideia, enquanto os jovens são mais favoráveis: 46,5% das pessoas entre 16 a 24 anos e 49% dos entrevistados entre 25 a 34 anos apoiam a iniciativa. De modo geral, a população europeia se sente confortável em usar alguns serviços oferecidos por terceiros, como carro compartilhado (36,4%) ou caronas (38,2% da base e 40,2% dos homens).