Empresa pernambucana desenvolve primeiro veículo elétrico nacional

(Foto: Reprodução/ Diário de Pernambuco)

Depois de Fortaleza e Porto Alegre se renderem ao veículo elétrico compartilhado, chegou a vez de Pernambuco.

A empresa pernambucana de tecnologia e mobilidade urbana Serttel lançou o protótipo do projeto “VAMO” (Veículo Alternativo para Mobilidade), uma tecnologia nacional usada em sistemas de carros compartilhados.

O veículo elétrico desenvolvido pela Serttel tem velocidade máxima de 60 km/h, é carregado em duas horas, podendo circular até 100 km e conta com três rodas: uma na frente e duas atrás. No entanto, o presidente da empresa Ângelo Leite garante que a ausência de uma roda não atrapalha a estabilidade do carro.

“Nossos carros são mais práticos, menores e ocupam menos espaço, uma vez que são como triciclos elétricos” explicou Leite.

O custo para colocar o projeto nas ruas do Recife é de, aproximadamente, R$ 9,87 mil. Para isso, a empresa está buscando parceiros para investir na frota de carros elétricos.

O secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco, Sérgio Xavier, adianta que o governo do estado está empenhado em buscar parceiros para o projeto, mas não há verba para subsídio.

“Queremos que os pernambucanos tenham a opção de não comprarem um carro e, ainda assim, terem alternativas de mobilidade. Queremos buscar, apoiar e articular empresas que tenham essa meta”, disse o secretário ao Diário de Pernambuco.

O protótipo deverá ser finalizado até dezembro deste ano. O projeto se estende até a ilha de Fernando de Noronha, onde terá um laboratório para a utilização de veículos elétricos, que devem substituir os carros a diesel em breve.

** Com informações do Diário de Pernambuco

** O Organics News Brasil é parceiro do 13º Salão Latino- Americano de Veículos Elétricos, que acontece em setembro. Para se inscrever, acesse: www.velatinoamericano.com.br/inscreva-se