Retrospectiva 2019: Relembre o que aconteceu em fevereiro

(Foto: Freepik)

A repercussão do rompimento da barragem em Brumadinho foi um dos principais assuntos do mês de fevereiro e retomou a discussão sobre os impactos causados pela mineração em Minas Gerais. Em 2015, a barragem da Samarco, em Mariana (MG), se rompeu e deixou 19 mortos e destruiu a Bacia do Rio Doce.

Um documento revelou que a Vale, dona da infraestrutura em Brumadinho, já sabia da possibilidade da barragem se romper, destruindo as áreas industriais da empresa.

A multinacional foi intimada a fazer um depósito judicial de R$7,4 bilhões em cumprimento de duas ordens de bloqueio de recursos no valor de R$10 bilhões, determinadas pelo Ministério Público de Minas Gerais.

A Vale ainda foi excluída do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da bolsa de valores de São Paulo.

Orgânicos:

Estudos têm analisado os hábitos dos consumidores e a produção de orgânicos. Uma pesquisa realizada na Alemanha revelou que estes consumidores são mais propensos a comprar pela internet. Outros dois estudos constataram que a agricultura orgânica tem um desempenho melhor do que a convencional em sete áreas, e é capaz de conter o declínio das populações de insetos.

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, sancionou a Política Estadual de Apoio à Agricultura Urbana, para incentivar a segurança alimentar e nutricional no estado.

E em Santa Catarina, o governador Carlos Moisés sancionou a Tributação Verde, lei que reduz os incentivos fiscais de produtos que causam danos ao meio ambiente, como os agrotóxicos.