Retrospectiva 2019: Relembre os principais acontecimentos de setembro

(Foto: Reprodução Facebook Jair Bolsonaro)

A defesa da Floresta Amazônica, o primeiro discurso do presidente Jair Bolsonaro na ONU e o avanço na produção de orgânicos pautaram o mês de setembro.

Meio Ambiente

O presidente Jair Bolsonaro discursou na Assembleia Geral da ONU para líderes e representantes de 193 países. No discurso, ressaltou que o governo está comprometido com a preservação do meio-ambiente e do desenvolvimento sustentável, entre outros assuntos abordados. O discurso foi criticado por povos indígenas e políticos

Com a intensificação das queimadas, um grupo de 230 investidores, que juntos somam mais de US$16 trilhões em ativos, pediram às empresas que implementem políticas contra o desmatamento para suas cadeias de fornecimento. 

Onze entidades brasileiras também assinaram um manifesto em que exigem ações do governo federal, como o fim do desmatamento em terras públicas.

Treze cidades brasileiras e internacionais assinaram a “Declaração de São Paulo sobre sustentabilidade urbana”, em que se comprometem a implementar uma agenda sustentável em seus municípios. 

Orgânicos 

A pesquisa do Conselho Brasileiro da Produção Orgânica e Sustentável (Organis) revelou que o número de brasileiros que consome algum produto orgânico, no mínimo, uma vez por mês aumentou para 19%, em 2019.

De olho no crescimento da demanda, o Carrefour Brasil e a Fundação Getúlio Vargas (FGV) fecharam um acordo para converter produções de alimentos convencionais em orgânicos no Cinturão Verde de São Paulo. O projeto pretende tornar os produtos orgânicos mais acessíveis aos brasileiros e profissionalizar produtores.

O governador do Paraná, Ratinho Junior, assinou um decreto que determina a inclusão de alimentos orgânicos na merenda do sistema estadual de ensino. A medida apoiará, principalmente, pequenos produtores da agricultura familiar.