Sábado é o Dia Nacional de Mobilização contra o Aedes Aegypti

Amanhã, sábado (26), é o dia nacional de mobilização contra o mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão dos vírus da zika, da dengue e da febre chikungunya.

Segundo o Ministério da Defesa, cerca de 220 mil militares da Forças Armadas percorrerão 356 municípios do país – as 27 capitais e 329 cidades consideradas “endêmicas” – para informar a população sobre a importância de erradicar os criadouros do Aedes aegypti. No total, 220 mil homens das Forças Armadas deverão visitar 3 milhões de domicílios e distribuir 4 milhões de folhetos.

check_list curvas.indd

 

Terceira morte por zika

O Ministério da Saúde confirmou a terceira morte relacionada ao vírus da zika, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, no Brasil.

O paciente era uma jovem de 20 anos, do município de Serrinha, no Rio Grande do Norte. Ela ficou internada em Natal durante 11 dias com problemas respiratórios. A morte foi em abril do ano passado, mas o resultado dos exames saiu apenas agora.

 

Religiosos vão orientar fieis

Aliança de Batistas do Brasil (ABB), Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic) e CNBB (Conselho Nacional dos Bispos do Brasil) selaram acordo para orientar os fieis a combater focos do aedes aegypti.

Como começou a Campanha da Fraternidade Ecumênica, reunindo todas igrejas cristãs do Brasil, como católicas e evangélicas,  com o tema ‘Casa Comum, Nossa Responsabilidade’, no foco o saneamento básico, os religiosos vão trabalhar nas orientações para o combate ao mosquito.

campanha fraternidade