Santo André decreta o fim do diesel em novo edital do transporte público

(Foto: Unsplash)

A prefeitura do ABC Paulista exigiu que as empresas concorrentes no novo edital de licitação de ônibus apresentem uma redução de 20% das emissões de poluentes já no primeiro ano e que, ao final de 20 anos, a emissão de CO2 seja zero.

O edital é para Vila Luzita, a principal área com serviço de ônibus na cidade e também a que apresenta maior demanda. Hoje, toda a frota em operação é abastecida a diesel.

“Atualmente os ônibus elétricos já são mais econômicos, quando se considera todo seu ciclo de vida, enquanto que os problemas causados pela poluição do diesel que oneram os cofres públicos são cada vez mais evidentes.  Só existe uma saída para resolver essa equação: investir em combustíveis limpos”, explica Flavio Siqueira, representante da Cidade dos Sonhos.

Com a medida, o município se tornou a segunda cidade brasileira a estabelecer um prazo para a eliminação do diesel no transporte municipal.

Segundo o Greenpeace, uma redução de 20% na queima do diesel convencional poderia evitar mais de 7 mil mortes e os cofres públicos economizariam R$ 53 milhões em gastos de saúde decorrentes de problemas cardiorrespiratórios, em dez anos.