São Paulo testa projeto para criar inventário de árvores

(Foto: Pixabay)

Um scanner que registra imagens em 360 graus começou a ser testado pela prefeitura de São Paulo para desenvolver um catálogo das árvores das ruas da cidade.

O projeto piloto, inaugurado no bairro do Ipiranga (zona Sul), coletará informações dendométricas, como as medidas dos troncos, as alturas das árvores e a distância do lote.

O scanner é acoplado a um veículo, que circula em velocidade média pela via, enquanto irradia cerca de um milhão de pontos por segundo. Desta forma, obtém nuvens de pontos de alta densidade em curto espaço de tempo, como em uma imagem em 3D.

“Essa é uma iniciativa inédita. Esse scanner móvel emite um feixe eletrônico, criando uma imagem inteligente. É uma medição precisa. Esse arquivo de dados pode ser compartilhado futuramente com outras secretarias”, explica Luiz Llaberia, engenheiro civil e responsável pelo equipamento.

De acordo com o secretário adjunto do Verde e do Meio Ambiente, Ricardo Viegas, a cidade já utiliza a tecnologia para o levantamento de viadutos e a expectativa é que o recurso seja eficaz para a arborização.

O projeto-piloto atende aos procedimentos exigidos pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e será aplicado pela empresa Metro Cúbico Engenharia. Hoje, esse serviço é feito manualmente pelos técnicos da Prefeitura.