União Europeia se reúne dia 23 para discutir migrações

A crise dos refugiados despertou de vez nos líderes europeu para o drama vivido pelos refugiados. No próximo dia 23 uma assembleia extraordinária vai discutir o fluxo migratório e a proposta de distribuição de 120 mil pessoas que hoje são tratados como cidadãos de segunda categoria na Hungria, Grécia, Itália e Croácia.

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel reforçou o pedido, após encontro o colega austríaco, Donald Tusk.

Pelo menos 6 mil refugiados já chegaram na Croácia, após cruzarem as fronteiras da Servia e da Jordânia . Na Croácia, um corredor foi formado para que eles não fiquem no país, situação contrária a que o governo croata defendia antes, de acolher os povos que fogem do terrorismo, da guerra e da fome.

Veja mais detalhes e vídeo, no G1.