Queimadas na Amazônia é tema de nova série do Observatório do Clima

(Foto: Pixabay)

O número recorde de incêndios no ano passado, passou de 275 mil relatos, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o INPE. A maior parte deles concentrada na Amazônia (132.297). Foi o maior número de focos de calor em um ano desde o início da série histórica, no fim dos anos 1980.

O pesquisador sênior do Imazon (Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia) Paulo Barreto, coprodutor da série, afirma que as queimadas estão primariamente relacionadas com o desmatamento para a expansão da fronteira agrícola e a grilagem de terras públicas. “Elas também têm ficado mais frequentes por causa das secas extremas, provavelmente devido às mudanças climáticas”, afirma.

Os episódios vão abordar as razões e os impactos do fogo aos produtores rurais, à biodiversidade, à saúde da população e ao transporte de pessoas e cargas. O que mudou de alguns anos para cá? A Amazônia está mais inflamável? De quem é a responsabilidade? Como evitar um estrago ainda maior e o que você tem a ver com isso?

Os vídeos serão publicados toda quarta-feira no canal do Observatório do Clima no Youtube. Assista ao primeiro episódio:

Fonte: Observatório do Clima