Ibama nega licença para exploração de petróleo nos Corais da Amazônia

(Foto: Greenpeace)

O Ibama não autorizou a licença ambiental para a empresa francesa Total explorar petróleo na costa do Amapá, próximo aos recifes biogênicos da região, conhecidos como Corais da Amazônia.

No despacho a presidente do Instituto, Suely Araújo, aponta a existência de profundas incertezas relacionadas ao Plano de Emergência Individual (PEI) do empreendimento, que são agravadas pela possibilidade de um vazamento de óleo afetar os Corais e a biodiversidade marinha.

De acordo com o Greenpeace, estima-se que o ecossistema teria 56 mil km² de extensão – podendo ser um dos maiores recifes da América do Sul.

Além da Total, a britânica BP também obteve um bloco na bacia da Foz do Amazonas e seu processo de licenciamento ambiental segue em andamento.

** Com informações do Greenpeace