Noruega doará US$ 70 milhões ao Fundo Amazônia

(Foto: Wikimedia Commons)

A doação foi anunciada pelo Ministério do Meio Ambiente e o investimento será realizado considerando a redução nas emissões de carbono no Brasil.

A Noruega é o maior doador do Fundo Amazônia, criado em 2008 para apoiar iniciativas que incentivam a redução do desmatamento e o uso sustentável dos recursos naturais do bioma.

No ano passado, o governo da Noruega doou US$ 41,8 milhões ao Fundo. A doação deste ano não levou em conta ainda o aumento de quase 14% da área desmatada registrada até julho deste ano.

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, o Brasil evitou a emissão de mais de 4,5 bilhões de toneladas de CO2 por meio da redução do desmatamento, quase 100 vezes as emissões anuais do país nórdico, desde o início do apoio da Noruega.

Outros financiamentos

O Comitê Orientador do Fundo Amazônia também aprovou as orientações para o financiamento de projetos em apoio à elaboração e implementação dos processos de zoneamento ecológico-econômico (ZEE) na Amazônia Legal.

Para isso, serão disponibilizados até R$90 milhões a título de colaboração financeira não reembolsável sendo que cada estado  (Acre, Amapá, Amazônia, Mato Grosso, Maranhão, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins) pode apresentar uma proposta de até R$ 10 milhões, com prazo de execução de até três anos.

“O apoio ao ZEE é estratégico para conciliar o desenvolvimento econômico e a conservação ambiental, além disso é uma das linhas de ação prioritárias do Plano de Ação para a Prevenção e controle do Desmatamento na Amazônia Legal (PPCDAm)”, disse Thiago de Araújo Mendes, secretário de Mudança do Clima e Florestas do Ministério do Meio Ambiente.

** Com informações do Ministério do Meio Ambiente